Alunos de movimento antigreve disputam eleição do DCE da USP

Logotipo da chapa Reconquista 2010 para o DCE-USPHoje é o último dia das eleições para o DCE da USP.  Uma das chapas, a Reconstrução 2010, me chamou a atenção por reunir descontentes com os movimentos grevistas. Quando eu cursava Sociais na FFLCH eu não tinha muita chance contra a barulheira dos colegas de curso. Algumas vezes eu fui expulso de sala ou impedido de assistir aulas pelos colegas grevistas. Eu nunca cheguei a aderir a nenhuma greve pois sempre a greve me engolia primeiro.

A chapa Reconstrução 2010 aponta justamente na falta de atenção que o movimento estudantil dá para o próprio estudante, já que a paralização das aulas prejudica o aluno antes de mais nada. A ideia é que o movimento estudantil deve se voltar às condições estudantis de maneira pragmática deixando de lado as manipulações espúrias de partidos radicais de esquerda.

Quando eu estava na graduação não tinha um grupo organizado com esse perfil. Na minha opinião a melhor proposta de chapa do CEUPES naquele período foi a saudosa chapa Gabriello. Torço para que o grupo pragmático da Reconstrução 2010 consiga mobilizar votos suficientes. Com certeza a proposta deles reflete melhor a maioria dos alunos da nossa universidade que só têm a ganhar.

Leia mais sobre a disputa do DCE: Chapa ”apartidária” quer espaço na USP.

Veja algumas notícias sobre as últimas greves e como ficam os alunos que não concordam com o comando de greve:

Greve na USP já preocupa alunos que não aderiramAlunos grevistas invadem badeijãoDiretores da USP lançam manifesto em apoio à reitora

Deixe uma resposta