Palestina

O que Resta do Tempo

Assisti a este filme palestino agora: muito non sense. A impressão que tive é que falta uma história, falta roteiro. O filme é uma coleção de esquetes que sempre contam a mesma história: “veja como nós, palestinos, somos humilhados pelo Estado de Israel”.

Gastei duas horas do meu tempo e eu não ouvi, francamente, qual é o lado palestino 🙁

É um filme que deve fazer sucesso com o pessoal de extrema esquerda. Você sabe como é: o “povo palestino” é mais fraco que o Estado de Israel, logo eles não precisam de um bom argumento para serem defendidos.

O filme tem uma boa plástica, um cenário bonito, mas nada que justifique uma simples indicação ao Festival de Cannes. O filme é lamentável, e sua indicação ao Cannes é mais lamentável ainda.

Promessas de um Novo Mundo

Hoje estava conversando com amigos e me lembrei deste excelente documentario sobre o convivio entre israelense e palestinos. O diretor entrevista diversas criancas israelenses e palestinas e programa um encontro entre elas. Uma producao muito tocante, e que aborda o mesmo tema do classico do cinema frances “A Guerra dos Botoes“: a convivência entre coletividades diferentes.

Veja a sinopse no adoro cinema e este comentaria de uma blogueira anonima. Titulo original em ingles: “Promises”.