Rússia

Filme

“A Greve” (Stachka) do diretor russo Sergei Eisenstein.

Um clássico não só do cinema político, mas do cinema em geral, por trazer inovações ímpares. Particularmente gostei das montagens das cenas – algumas chegavam a prescindir dos intertítulos -, dos efeitos de transições e, por que não, da maneira como a ideologia oficial foi dirigida, afinal este foi o propósito com o qual o filme foi encomendado pelo governo.