Não sou muito chegado à carnaval. Preferí esse lance de acampamento, ficar papenado a tarde ladeado de amigos. Não muitos, talvez; mas bons. Interessante notar que rapazes dificilmente falam de seus sentimentos à outro. Como eu procuro desenvolver mais esse lado quando estou longe do micro, procuro amigas. Talvez seja uma questão de cuidar da sanidade mental (o convívio com o micro pode nos tornal meio máquina, sabia?). O maior problema é que me parece que é quase impossível um rapaz ter uma amizade muito profunda com uma moça sem que aconteça algo de mais. Geralmente quando começo a dar maiores confianças, a garota ou se afasta pensando que você que tê-la, ou fala em namoro. Não me considero do tipo bem vivido, mas desde que me entendo por gente é assim. Pior do que isso é quando você é a melor amiga da sua namorada. Acho que também não dá certo. Às vezes fico pensando se aqueles casamentos arranjados pelos pais não eram menos constrangedores; quando a filha era paticamente vendida e considerada propriedade do marido (vários anos antes de Cristo e até hoje em algumas nações). Pode até ser machista ou outra coisa, mas que é uma vida mais fácil e besta é.