Informações de Vencimento do Chinchilla


Hoje eu resolvi falar um pouco sobre como é trabalhar na Folha de Pagamento da Assembleia Legislativa. Eu trabalho neste setor a alguns anos, e também tive a boa oportunidade de contribuir por alguns meses em um projeto de informática também na Assembleia. Boa parte do trabalho no setor se encaixa perfeitamente naquele tipo de trabalho que você conhece como sendo burocrático, ou seja, moroso. Fora a reestruturação administrativa do deputado Tripoli, do 1996, a influência da fora no modo de trabalhar é praticamente nula, e é comum eu encontrar formas de se trabalhar definidas a duas décadas, portanto antes da resolução da época do Tripoli.

Ainda assim a quantidade de funcionários que desempenham os serviçoes de Folha de Pagamento têm caído monotonamente ao longo dos anos, sinal de que mesmo quando não existe uma gerência formal nos processos mais gerais, os ganhos de produtividade acabam sendo adotados pelos funcionários nas suas tarefas diárias. Foi assim quando o substituíram a máquina de escrever pelo editor de textos, assim como quando substituíram a máquina de calcular pela planílha eletrônica.

Esta foto exemplifica uma quantidade média de trabalho de nomeações de funcionários novos. Com as fichas antigas um funcionário da folha gastaria um dia de trabalho anotando a caneta as publicações de nomeações em fichas A3 e depois emitindo um relatório chamado Informações de Vencimento (IV) que está bravamente em produção a pouco mais de quinze anos desde que foi desenvolvido em DBase pelo meu colega Carlos Giusti. Hoje este mesmo trabalho gera um volume menor de papel, e em bem menos tempo graças ao Sistema de Folha de Pagamento do Projeto Chinchilla.

Por outro lado estou enviando outra foto com uma cadeira repleta de serviços do mesmo gênero, todos enviados à Folha de Pagamento em um único dia:

Detalhe: pessoas dependem do bom andamento desse serviço todo para que no dia de pagamento o ordenado seja depositado fielmente pelo empregador. Dá para notar a força tremenda necessária para dar vazão a este trabalho, já que as pessoas dependem disso para receber o ordenado em conta corrente. O mais surpreendente é que em essência todo o fluxo de trabalho dentro da Folha de Pagamento da Assembleia é basicamente o mesmo exceto alterações formais de junções ou divisões de salas decorrentes da já citada resolução da gestão Tripoli.

Os relatórios, que faz vinte anos eram emitidos em quatro vias carbonadas e datilografadas, foram transformadas em relatório impresso por DBase faz quinze anos, e desde então vinha sendo impresso em impressoras matriciais. Como houve evasão de força de trabalho nos últimos anos, o ganho dos relatórios de Informações de Vencimento do chinchilla basicamente compensaram a evasão de funcionários.

Em outras palavras, o governo não pode despedir para fazer o downsizing, mas ao deixar de contratar novos funcionários, de uma maneira alternativa o downsizing é realizado. Pena que de uma maneira pouco programada.