Letra e Música


Sabe aquele comercial do Estadão que avisa que as informações dos blogs não são confiáveis? Pois é. Aconteceu um pequeno mau entendido comigo. Eu vi no blog In Vino Veritas, da minha amiga Bárbara, um video excelente dos anos 80, e eu juro que quase que me convenci de ter ouvindo aquela música no meu rádio despertador na década de 80, quando eu ouvia rádio cidade em baixo da minha cabaninha que ficava no meu quarto. Eu tinha uns cinco anos de idade.

Pois é. Peguei uma comédia romântica com Drew Barrimore e Hugh Grant e eu lá o clipe que saiu no blog da Bárbara. Parecidíssimo, pensei. Um prior de remake! Que nada! Voltei no blog e o clipe está lá, com o Hugh Grant de peruca, que eu óbviamente não reconheci da primeira vez que assisti. Fiz várias pesquisas para encontrar a “música original” que teria sio gravada nos anos 80, e nada. No itunes só trazia a trilha sonora do filme e outra música com o mesmo nome, mas interpretada por Lew Stone e sua banda (um jazz ou coisa parecida).

Bem, mas a culpa não foi da Barbara não. Eu que interpretei as coisas assim. Ela em momento algum disse que o tal clipe é da década de oitenta 🙂

Em relação ao filme: me diverti bastante, como é de costume. A dupla faz um ótimo trabalho no gênero comédia romântica. Recomendo.