2012.03.27 Um chá, um passeio

Sopa de legumes com ovo cozido

Tem uma rede de restaurante bacaninha na China chamada CHA MATE. Isso mesmo, com tudo em maiúsculo. Em chinês o nome é 一茶一坐, que siginifica “um chá, um passeio”. Mas eu gostei do lugar para almoçar ou jantar mesmo.

Continue lendo “2012.03.27 Um chá, um passeio”

2012.03.26 Viagem de trem de Nanjing para Hangzhou

Fizemos questão de comprar uma passagem de trem no melhor tipo de trem que tem por aqui. Fora o maglev que faz o centro de Shanghai até o novo aeroporto, o trem tipo G que pegamos hoje deve ser o melhor. Chegamos a fazer 300km por hora. Nesse trem tinha a descrição de primeira e segunda classe. Fomos na segunda classe, mas estava acima de qualquer padrão dos trens que pegamos. Ufa, que bom!

Continue lendo “2012.03.26 Viagem de trem de Nanjing para Hangzhou”

2012.03.25 Hanami em Nanjing e a tumba do 1o. imperador Ming

Chegamos a Nanjing cansados de tanto andar nas cavernas de Longmen e cansados de viajar em um trem que não era muito bom. Fomos de metrô até o hostel que escolhemos pela internet. Encontrar hostel usando as indicações que os próprios hostels colocam no hostelworld é uma aventura. Por algum motivo nenhum, NENHUM, hostel coloca o nome do hostel ou da rua em chinês. Ao invés disso é colocado o nome e o endereço com letras latinas. O resultado é que fica difícil encontrar o endereço tanto para quem sabe quanto para quem não sabe chinês. Todos os hostels eu encontrei essa dificuldade.

Continue lendo “2012.03.25 Hanami em Nanjing e a tumba do 1o. imperador Ming”

2012.03.24 B Viagem de trem Luoyang – Nanjing

20120327-211940.jpgEssa viagem foi um tanto desconfortável. Deixamos para comprar o bilhete muito próxima da viagem, como eu contei e outro post, e acabamos tendo de comprar um leito duro em um trem mais lento.

Quando entramos percebemos que o vagão tinha mais leitos por metro quadrado que o anterior que viajamos. A outra viagem que fizemos dormindo foi em um trem tipo Z em um soft sleeper, ou seja, um leito macio. A cama ficava em uma cabine com quatro pessoas. A cama tinha luzes individuais e quando eu fechei a porta ficou tudo escuro e silencioso. O trem de hoje era do tipo K e o leito se chamava hard sleeper, leito duro. Eu não achei que a cama fosse muito dura, mas ao invés de beliche havia três andares de cama e sem as cabines.

Eu também tive a impressão que as pessoas falavam mais alto, mas provavelmente o que mais incomodou era um menino de uns dois anos que gritava e jogava coisas no chão, por mais que a mãe tentasse conter o garoto. Mas depois de duas horas eu acho que ele dormiu direitinho. Eu, pelo menos, durmi direitinho 🙂

PS: ficamos nas camas mais baixas. Apesar de ser mais seguro, todo mundo senta e pisa na sua cama para subir nas camas de cima, ainda que tenha uma escadinha feita para tal…

PS2: na foto aparece meu pé, na cama de baixo, a vizinha sentada no corredor, e acima de mim a cama do meio e a cama de cima.

2012.03.24 A Cavernas de Longmen

As cavernas de Longmen são o grande atrativo desta cidade. As cavernas são da época em que Luoyang era capital de uma dinastia chinesa. Naquela época era costume entalhar estátuas a beira de um rio. Antes da capital se mudar para Luoyang as cavernas também eram feitas, em Datong. Com o risco de invasão bárbara a capital mudou para o sul e as cavernas começaram ser feitas aqui, em Luoyang.

Continue lendo “2012.03.24 A Cavernas de Longmen”